.backtotop { position: fixed; bottom: 20px; /* increase value to move position up */ right: 0px; /* increase value to move position left */ } .backtotop:hover { background-color: #333333; /* color of background on hover over */ color: #ffffff; /* color of text on hover over */ text-decoration: none; /* no underline */ bottom: 10px; /* increase value to move position up */ right: 0px; /* increase value to move position left */ padding: 10px; /* add space around the text */ } -->

07/07/2012

Ícones da nossa geração (I)




O livro "Cult 
  
Obras de Culto
    
Ícones da Nossa Geração", publicado em Portugal pela Dinalivrotransporta o leitor para o território de um fenómeno. Para o território de coisas  que são uma afirmação acerca dos seus proprietários, que destacam uma atitude perante a vida (...). Elas despertam e satisfazem desejos; alcançam um efeito intemporal que transcende países e gerações.Elas têm uma história e um valor determinado – ontem, hoje e amanhã.”

De entre centenas de objetos escolhi alguns que, pelo seu valor, beleza, intemporalidade ou iconicidade, integram uma série de posts que dedicarei a este livro.
Bon voyage!   




Jaguar E-Type

Apresentado em março de 1961 no Salão do Automóvel de Genebra, impressionou as pessoas principalmente devido às suas linhas suaves, da responsabilidade de Malcolm Sayer. Uma vez que o seu preço também era muito acessível, este carro foi um sucesso de vendas nos EUA, como o acessório ideal de um gentleman.




Nivea

Este creme, da companhia Beiersdorf, está no mercado desde 1911, apresentando-se, no início, num boião amarelo e verde com desenhos alegres e ramificados. Graças à descoberta do eucerit, que reúne óleo com água, foi o primeiro creme emoliente e hidratante. Apesar da sua fórmula ter vindo a ser gradualmente melhorada, os seus principais componentes (eucerit,água, óleo, ácido cítrico e glicerina, óleo de lírio e rosa), não foram significativamente alterados.



 
Sony Walkman

Foi lançado no mercado no final dos anos 70 e, apesar de nos dias de hoje estar completamente ultrapassado foi, sem dúvida, um marco gigante. Ainda me lembro de andar sempre com o meu walkman e de pensar como é que tinha conseguido sobreviver sem ele até essa altura.



 
Dr. Martens

Também tive o meu momento Dr. Martens, e de assumir um estatuto de rebeldia quando as calçava. Criadas a 1 de abril de 1960, eram usadas inicialmente pela classe trabalhadora do Reino Unido; no entanto, em pouco tempo transformaram-se num ícone de design, usadas por todos.Também chamadas de Doc’s ou DM’s, atravessaram todos os cantos da sub-cultura, sem que a marca tivesse de gastar um único cêntimo para isso.





Big Easy Chair 

Esta cadeira de braços, criada pelo desenhador industrial e arquiteto Ron Arad, nascido em Tel Aviv, reúne formas alegres e tecnologias inovadoras.


Sem comentários: