.backtotop { position: fixed; bottom: 20px; /* increase value to move position up */ right: 0px; /* increase value to move position left */ } .backtotop:hover { background-color: #333333; /* color of background on hover over */ color: #ffffff; /* color of text on hover over */ text-decoration: none; /* no underline */ bottom: 10px; /* increase value to move position up */ right: 0px; /* increase value to move position left */ padding: 10px; /* add space around the text */ } -->

04/08/2012

Guia rápido e eficaz para quem tem um casamento






O verão é, por excelência, a época dos casamentos. Eu própria já tive dois, só no mês passado, o que me permitiu constatar que as mulheres continuam a cometer um erro crasso na escolha da toilette ou, dito melhor, no local onde a dita toilette foi comprada.
Basta olhar dois minutos (um, se com muita atenção), para se perceber se o vestido foi ou não adquirido numa qualquer loja que vende roupa para casamentos.
Stop. Pára tudo!
Mulheres, não comprem roupa para levar a um casamento numa loja que vende roupas especialmente para o efeito. Além de ser uma prática demodée, são logo notadas e, na maioria das vezes, pelas piores razões. O tecido pesado, o brilho, as cores berrantes e, pior ainda,  a écharpe, os sapatos e a clutch feitos no mesmo tecido do vestido saltam à vista e, por muito que tentemos desviar o olhar, aquele combinado exerce sobre nós uma força maior.
Deixem-se disso e comprem algo nas lojas “normais” onde, cada vez mais, há oferta para todas as ocasiões. Escolham algo bonito mas prático, elegante mas com a simplicidade necessária para que se possa voltar a usar num outro evento. Invistam nos acessórios, no cabelo e numa bonita maquilhagem para enriquecer o look.
Vão ficar muito mais giras, acreditem, e podem aproveitar a quantia que vão poupar para comprar outra roupinha qualquer. Numa loja “normal”, s.f.f.   

Sem comentários: