.backtotop { position: fixed; bottom: 20px; /* increase value to move position up */ right: 0px; /* increase value to move position left */ } .backtotop:hover { background-color: #333333; /* color of background on hover over */ color: #ffffff; /* color of text on hover over */ text-decoration: none; /* no underline */ bottom: 10px; /* increase value to move position up */ right: 0px; /* increase value to move position left */ padding: 10px; /* add space around the text */ } -->

14/08/2012

Ícones da nossa geração (VIII)




Mistral

Em qualquer sítio do mundo onde se encontrem surfistas encontrar-se-á, seguramente, uma prancha Mistral. Este importante fabricante de vestuário desportivo, que deve o seu nome aos ventos da Provença francesa, produziu igualmente a bem mais sucedida prancha de surf de todos os tempos, a "Competition", que desde 1983 já fez mais de 300.000 vendas.




Levi´s 501

Levi Strauss, criador dos blue jeans no século XIX, dificilmente adivinharia que tinha inventado uma verdadeira mina de ouro. Os blue jeans transformaram-se nas famosas Levi's 501, que levaram as pessoas aos ginásios nos anos 80, porque toda a gente queria caber nestas calças.
As 501 exigiam, de facto, medidas de modelo, uma vez que têm um corte muito a direito e, por isso, inadequadas para quem tivesse ancas mais largas. Este problema foi contornado pela Levi's, que foi colocando constantemente à disposição do mercado este modelo, com novos e diferentes cortes para vários tipos de figura.




Swatch

O seu nome significa "segundo relógio", o que quer dizer que um Swatch é como um segundo carro: relativamente barato mas, mesmo assim, de boa qualidade. O grande êxito da marca levou a companhia a pôr no mercado modelos pouco usuais de diferentes materiais, o que se veio a revelar um sucesso, já que os modelos especiais da Swatch são os mais procurados no mercado de colecionadores.




Crème de la Mer

Será que o físico espacial Max Huber imaginava no que se iria transformar o seu creme - um dos mais caros e apreciados cosméticos do mundo?
O criador começou por criar a sua mistura com elementos como sargaço e magnésio, pelo facto de ter cicatrizes horríveis no rosto provocadas por queimaduras, e devido à ineficácia das habituais pomadas.
Nos dias de hoje, quem pode adquirir este creme acredita no seu poder "milagroso", afirmando que amacia drasticamente a pele.
Quanto a vocês não sei, mas eu dava tudo para ter um!



Vespa

Quem quiser vivenciar um momento italiano bebe um cappuccino ou conduz uma Vespa. Esta mota, da companhia Piaggio, é provavelmente a mais famosa do mundo e tem a garantia de proporcionar a sensação da "dolce vitta". 
Chegou ao mercado em 1946, e pelo menos a baixa das cidades italianas e os passeios à beira mar já não podiam ser imaginadas sem a Vespa, nos anos que se seguiram.
Seria igualmente difícil imaginar Audrey Hepburn e Gregory Peck em "Férias Romanas" sem a famosa Vespa branca.







Termina aqui esta série de posts dedicados aos objetos de culto da nossa geração. Espero que tenham desfrutado da viagem!


 

Sem comentários: