.backtotop { position: fixed; bottom: 20px; /* increase value to move position up */ right: 0px; /* increase value to move position left */ } .backtotop:hover { background-color: #333333; /* color of background on hover over */ color: #ffffff; /* color of text on hover over */ text-decoration: none; /* no underline */ bottom: 10px; /* increase value to move position up */ right: 0px; /* increase value to move position left */ padding: 10px; /* add space around the text */ } -->

29/03/2014

| La grande bellezza |






Estava nomeado para o Oscar de melhor filme estrangeiro e venceu. ‘La grande belleza’ mostra-nos a existência luxuosa e festiva de Jap Gambardella (protagonizado por um excelente Toni Servillo), um escritor de 65 anos que vive à sombra do enorme sucesso alcançado pelo único livro que escreveu, há muitos anos atrás.
As imagens belíssimas do filme (ou não estivéssemos em Roma) contrastam com o seu conteúdo crítico e sarcástico: a alta sociedade oca e fútil que só olha para o seu umbigo, a religião, os telhados de vidro, os artistas, nada escapa ao olhar mordaz de Paolo Sorrentino, o realizador.
No entanto, é também um olhar para o lado b da vida… e de como viver é (sempre) uma grande beleza.


4 comentários:

hundresses disse...

Fiquei curiosa, tenho de o ver!

Sandra disse...

Está na minha vistas para ver :)

VeraG disse...

Ai que bom.... assim vale a pena acordar cedo :D

Sónia TM disse...

Não conhecia

Sónia
Taras e Manias