.backtotop { position: fixed; bottom: 20px; /* increase value to move position up */ right: 0px; /* increase value to move position left */ } .backtotop:hover { background-color: #333333; /* color of background on hover over */ color: #ffffff; /* color of text on hover over */ text-decoration: none; /* no underline */ bottom: 10px; /* increase value to move position up */ right: 0px; /* increase value to move position left */ padding: 10px; /* add space around the text */ } -->

31/01/2014

| Seriously? |

Se dissessem àquela rapariga de 16 anos, cabelo despenteado, estilo ligeiramente hippie e quase sempre vestida com tons escuros, preto maioritariamente, que um dia ela usaria um tom tão descaradamente amarelo, ela não acreditaria.
E é aí que reside o maior encanto em aquela rapariga se ter transformado numa mulher! :)














  Calças Zara, camisola e gola H&M, pumps Foreva e clutch Parfois

29/01/2014

| A primavera é das borboletas |

O mundo da Alta-Costura rendeu-se às borboletas, como se pôde confirmar em alguns dos desfiles de apresentação das coleções Spring 2014 Couture.
Jean Paul Gaultier usou-as não só como acessórios, na cara ou no cabelo, como criou vestidos com a forma deste inseto (que o diga Dita Von Teese que, literalmente, desfilou vestida de borboleta).
Yiqing Yin colocou aplicações na cara das manequins com efeito-borboleta, enquanto Alexis Mabille as utilizou como acessórios, mas também como elementos de decoração do espaço, dando-lhe uma aura quase etérea.
Valentino criou uma capa cheia delas e um vestido (lindo, lindo!) pontuado por borboletas. Aliás, este criador transportou a mesma inspiração para a sua coleção Pre-Fall 2014, já que esses bichinhos amorosos são a “estrela” de vários dos seus coordenados.
Preparem-se, porque elas vêm aí e vêm em força. Vai ser uma tendência fortíssima, podem escrever!
   


Imagens: style.com e the cut



1 e 5 - Valentino Spring 2014 Couture

2 - Alexis Mabille Spring 2014 Couture

3 e 6 - Yiqing Yin Spring 2014 Couture

4 e 7 - Jean Paul Gaultier Spring 2014 Couture

8 - Valentino Pre-Fall 2014



27/01/2014

Vem aí um novo creme...





A nova campanha da L’Oréal que está a decorrer na comunidade youzz.net dá a possibilidade a 2500 mulheres de experimentarem gratuitamente o que se afirma ser “um creme revolucionário na área da cosmética de rejuvenescimento”.
Para se habilitarem a ser uma das escolhidas basta registarem-se na página youzz.net (podem fazê-lo clicando aqui); no momento do registo, coloquem o seguinte código no campo respetivo: 3y50to8n2m
Depois disso têm de clicar no link de ativação que receberão via e-mail, fazer login na página youzz.net e preencher o questionário de qualificação (podem fazê-lo clicando aqui).

Boa sorte! :)

23/01/2014

My name is Gloss. Lip Gloss






Os lip gloss voltam em força na primavera-verão 2014, não só nos lábios mas também nas pálpebras (mas tenham o cuidado de só colocar um pouquinho)!
Este é o meu top três, bastante discreto, já que os lip gloss já são chamativos por natureza:
O Estée Lauder High Gloss (n.º 11 – Blush), num tom que fica entre o nude e o coral, é ultra brilhante e macio.
O Stay with me (no tom Me & my ice cream) é o meu preferido: além de adorar a cor, tem um cheiro delicioso a pastilha elástica.
Já o gloss da Sephora, utilizo-o quando quero somente dar um pouco de brilho ou, então, sobre os batons tradicionais, para lhes dar o desejado efeito gloss.


21/01/2014

Delírios de mulher

Andei a ver o que é que as grandes casas de moda mundiais nos reservam para a próxima estação e apaixonei-me por estes modelitos. 
É certo que estão ao alcance de muito poucos (poucas, para ser mais rigorosa) mas ainda podemos olhar e, mais importante, sonhar à borla, right?
Estes podiam vir todos direitinhos para o meu closet sem passar pela casa de partida (que é o mesmo que dizer sem passar pela caixa registadora).
Meninas, é favor não babar para cima dos teclados, porque isso vai acabar por dar-vos prejuízo…




Imagens: style.com


19/01/2014

O acessório como protagonista

Esta é uma daquelas situações em que escolhi o outfit em função do acessório, já que este cachecol, pela sua dimensão, é que manda!
Comprei-o já há uns anos e continuo a gostar tanto dele! E é tão quentinho…
Curioso é que quando o vi, numa H&M em Lisboa, na altura vivia na Terceira. Não o comprei de imediato e, no dia seguinte, voltei para a ilha (e na Terceira não existe H&M). Fiquei tão arrependida (#’*;^%#~#), que liguei de imediato a um colega que ainda tinha ficado mais uns dias em Lisboa e pedi-lhe que passasse na loja para me trazer o cachecol. Agora imaginem o que é pedir a um homem que não liga nenhuma a trapos para escolher um cachecol numa H&M. Muito difícil, certo? 
Tentei explicar-me mais ou menos o que pretendia mas, como estava a sentir a sua (enorme) confusão, disse-lhe apenas:
- Traz-me o cachecol mais comprido que lá existir!
Felizmente era mesmo este! :)


















Camisola Mango; Saia Zara; Cachecol e botins H&M


17/01/2014

Modelos, quais modelos?

Estão a surgir em força as várias campanhas primavera-verão 2014 das grandes marcas.
Não podia deixar de partilhar aqui a da marca italiana Trussardi que, muito originalmente, escolheu cães (galgos, concretamente) como protagonistas.
Além de primar pela diferença, aposto que a Trussardi ainda poupou uns trocos valentes!
Não está o máximo?













16/01/2014

O lobo de Wall Street





Com realização do veterano Martin Scorsese e com o seu ator fetiche no papel principal – Leonardo DiCaprio – este filme é a adaptação do livro “The wolf of Wall Street”, uma biografia do corretor Jordan Beldorf, um vigarista financeiro que enriqueceu após ter fundado, com um grupo de amigos, a Stratton Oakmont, que transformou numa das maiores corretoras do mercado bolsista secundário dos Estados Unidos.
São quase três horas avassaladoras, numa espiral de loucura, drogas, ações, prostitutas, luxúria e muito, muito dinheiro.
Em terras do tio Sam, o filme causou polémica pelo facto de “limpar” a imagem de Beldorf, devido ao seu registo cómico mas, a mim, parece-me que esta é mais uma das histerias coletivas americanas: Beldorf era um trapaceiro de todo o tamanho. Ponto. E era muitíssimo divertido. Ponto.
DiCaprio está magistral (atribuam-lhe o Oscar, já!), muito bem secundado por um delicioso Jonah Hill de dentes branco-fluorescentes.
Despercebida também não passa a curtíssima - mas inesquecível - participação de Matthew McConaughey que, no papel de Mark Hanna, ensina a Jordan Beldorf em início de carreira quais as chaves para o sucesso de um corretor: cocaína e a masturbação.
Uma palavra em jeito de conclusão: O-B-R-I-G-A-T-Ó-R-I-O!


12/01/2014

Branco & Cinza

Especialmente no inverno, adoro a combinação branco e cinzento, muito elegante e original. Foi com essa premissa que criei o look que podem ver já de seguida.
Espero que gostem!




1, 5 e 9 - Mango: Preços de, respetivamente, 19,99€, 119,99€ e 12, 99€  (em saldo); 2 - Essie: Preço sob consulta; 3 e 7 - Zara: Preços de, respetivamente, 29,99€ e 49,99€ (em saldo); 4 e 6 - Parfois: 24,99€ e 14,99€; 8 - O Boticário: 9,99€.     


10/01/2014

Sobre "As cinquenta sombras de Grey"





Acabei de ler, há poucos dias, o último livro desta trilogia de que toda a gente já ouviu falar.
A minha opinião? É uma obra fraquinha, fraquinha: um conto de fadas dos tempos modernos em que uma virgem universitária (Anastasia Steele) conhece um homem poderosíssimo (Christian Grey), bilionário (ou será tri?), que se dedica às artes sado-maso. Casam, têm filhos e são felizes para sempre.
Nisto se poderiam resumir os livros, não fossem as cenas eróticas que os fazem distinguir dos restantes romances de cordel.
O enredo, com umas cenas de ação à mistura, é muito pobre. Por exemplo, Kate, a melhor amiga de Anastasia, vai casar com o irmão de Christian Grey, e o irmão de Kate acaba enrolado com Mia, irmã de Christian e do noivo de Kate! Dificuldades em perceber à primeira? Pois, é mau demais, mas pelo menos fica tudo em família! 
Além do mais, os livros têm demasiadas ideias feitas e há expressões que são repetidas ao limite: quando Anastasia atinge o orgasmo (e olhem que isso acontece p’raí de dez em dez páginas), a autora refere uma montanha de vezes que a pobre coitada se desfaz em mil pedaços. Já o Christian, na mesma situação, emite variadíssimas vezes o que é descrito como um som gutural, o que lhe deve valer a mastigação de vários Hall’s de mel e limão. 
Se algum mérito tenho de dar à obra é que a li até ao fim (e tantas vezes tive vontade de arremessar os livros contra a parede!). Por um lado, a escrita é bastante arcaica, o que faz com que a leitura seja muito rápida, já que não se perde tempo a pensar. Por outro lado colocou, se calhar pela primeira vez, as mulheres a ler sobre sexo e, digam o que disserem, toda a gente (mulheres incluídas) tem curiosidade em ler sobre sexo.  

06/01/2014

Collection Notes de Printemps, da Chanel

É assim que se chama a coleção de maquilhagem da maison Chanel para a primavera/verão 2014.15, inspirada na leveza e no brilho da primavera.
Variando entre tons pastel, vermelhos e roxo, abarca produtos como batons ou glosses, sombras, vernizes, blush ou pó facial.
Com cores tão yummi, só me apetece trincar a coleção todinha. Bem que a Chanelzinha podia deixar a coleção cá em casa para me satisfazer os apetites, não era? 





04/01/2014

Tenderness





Há quem só consiga usar algodão. Eu só consigo usar conjuntos. 
Desde a juventude, quando comecei a dar importância às coisas de mulher, que sou incapaz de usar roupa interior que não combine. Mais uma das minhas taras, que hei-de fazer?
Curioso é que quando comento com colegas esta minha mania, elas ficam surpreendidas, o que me leva a questionar o que para mim era óbvio, já que pensava que a maioria das mulheres usava roupa interior em conjuntos! Estarei muito errada?




É que posso usar um outfit lindo mas se estivesse, por exemplo, a usar umas cuecas de algodão creme e um soutien em cetim preto, sentir-me-ia uma fraude! Conseguem entender ou sou eu que estou a exagerar?
Este foi o último que adquiri (da Leilieve, by Manicardi) num maravilhoso vermelho-coral e com um pouco de renda, somente na parte de trás do soutien e das cuecas (não gosto muito de rendas em exagero, prefiro peças simples).
Adoro o soutien, que assenta lindamente, e que ganhou muita piada com as aplicações douradas.
Não há nada a fazer, se há área em que sou demasiado rigorosa é, com toda a certeza, na da roupa interior!




02/01/2014

Crazy for coconut






No que toca aos aromas, gosto deles frescos e frutados (se tiverem um toque cítrico começamos a aproximar-nos da perfeição).
Agora ando numa fase de coco, que me lembra tanto o verão!
Inicio o ritual com o gel de banho, da Spa, e finalizo com o hidratante da Natural Honey que, além de muito cremoso, perdura no corpo durante muito tempo; e o melhor de tudo é que o aroma passa para a roupa (ma-ra-vi-lho-so)!
Em relação à eau de toilette, da Yves Rocher, uso-a mais durante as estações quentes, e só coloco uma gota para não se tornar enjoativa. No entanto, e a conselho de uma amiga, passei a vaporizar um pouco sobre os lençóis, antes de fazer a cama. À noite, quando a abro, sai de lá um cheiro delicioso, onde apetece meeesmo deitar!