.backtotop { position: fixed; bottom: 20px; /* increase value to move position up */ right: 0px; /* increase value to move position left */ } .backtotop:hover { background-color: #333333; /* color of background on hover over */ color: #ffffff; /* color of text on hover over */ text-decoration: none; /* no underline */ bottom: 10px; /* increase value to move position up */ right: 0px; /* increase value to move position left */ padding: 10px; /* add space around the text */ } -->

31/10/2015

| Produtos para o corpo |




Como maluquinha dos cremes que sou, já o reconheci por diversas vezes, ando sempre à procura de coisas novas para experimentar. 
De momento, estes são dois dos produtos de corpo que estou a usar:

O Olive Body Oil, da Natural Honey, é um hidratante que deve ser usado após o duche sobre a pele húmida. Depois é só secar o corpo, o que significa que, ao contrário do que sucede com a maioria dos produtos similares, neste caso não devemos voltar a passar o corpo por água após a aplicação.
A marca defende que o poder anti-oxidante da vitamina E ajuda a proteger a nossa pele dos efeitos dos radicais livres, prevenindo os sinais da idade.
Gosto muito deste óleo por uma série de razões: para além de ser mais rápido de colocar do que os hidratantes tradicionais (o que dá muito jeito naqueles dias em que estou em cima de hora para ir para o trabalho, o que acontece, vejamos, quase todos os dias) a pele fica com um cheiro muito suave e o corpinho fica mega hidratado. Acresce que não é nada caro - custa 6,99 € a embalagem -, porque dura montes de tempo.
Recomendo, acho que não se vão arrepender!

Exfotonic da L'Oréal é um dos meus esfoliantes preferidos de sempre: não obstante os vários esfoliantes que vá experimentando ao longo do tempo, acabo sempre por voltar a este, principalmente porque, ao contrário de muitos outros, esfolia mesmo, não faz só umas cócegas.
E depois tem um cheiro divinal e deixa a pele macia, macia.
A embalagem de 200 ml custa 14,69 € pelo que, não obstante seja mais caro do que outros, vale mesmo a pena.   

29/10/2015

| #HMBalmaination |

Embora a coleção que resultou da designer collaboration entre a Balmain e a H&M apenas chegue às lojas da marca sueca no dia 5 do próximo mês, já foram divulgadas todas as peças e respetivos preços.
Andei a cuscar tudinho e elegi as minhas peças preferidas, que podem ver de seguida. 
Além de características que são a cara da Balmain, de que os botões dourados ou os cortes muito estruturados são exemplo, uma tendência forte nesta coleção é o boyish style, que continua a dar cartas no mundo da moda.
A mim, que cada vez gosto mais, resta-me agradecer. 


27/10/2015

| Brown & Stripes |

Aqui está mais um look que usei há dias, neste outono abençoado (há dias em que chego mesmo a sentir aquele cheirinho característico da primavera no ar, só faltam mesmo as flores a espreitar).
Aqui a peça-chave é o blazer oversized, que já comprei no ano passado, mas que vou continuar a usar como se não houvesse amanhã. Acho-o tão perfeito!
Para completar bastou juntar um pouco de cor. 
Simples e eficaz, na minha opinião.










Calças e t-shirt Zara, blazer Stradivarius, 
mala Parfois, sapatilhas compradas 
no comércio tradicional

25/10/2015

| Dos looks perfeitos |


Vocês que costumam vir cá com frequência já sabem que gosto de looks discretos e minimais: detalhes e acessórios a mais, 'too much information' ou excesso de pormenores não são para mim, defensora acérrima do menos é mais.
Agradaram-me muito as peças que escolhi para 'construir' este look, apaixonei-me por ele quando acabei a sua edição. 
É-me difícil imaginar outfit mais perfeito do que este para um dia outonal (não é de suspirar?).  
Todas as peças são da SheIn e podem saber mais pormenores se clicarem nos seguintes links:


1. Casaco  2. Sapatos  3. Saia  4. Brincos 



20/10/2015

| Os melhores batons para o outono |


A Harper's Bazaar fez a seleção dos melhores batons para o outono e eu, que gosto de vos ver felizes e contentes, compilei aqui toda a informação. 
O Chanel Rouge Allure Intense, o Estée Lauder Pure Color Envy, o Lâncome L'Absolu Rouge e o YSL Rouge Volupté Shine estão disponíves na Perfumes & Companhia (os dois primeiros a partir de 31€ e os outros, respetivamente, a partir de 32.10€ e 31.95€).
Presumo que não seja difícil encontrar o L'Óreal Paris Colour Riche Collection Exclusive nos sítios do costume, nomeadamente nas grandes superfícies comerciais (custa cerca de 8€).
O batom da NARS está disponível aqui, a partir de 36€.
Não encontrei os restantes à venda em Portugal, mas estão disponíveis nas páginas das respetivas marcas: o mais barato é o Mac Vamplify (a partir de 18€) e o mais caro é o FW Runway Rouge D'Armani Sheer, que custa cerca de 35 €.
Qual é o vosso favorito? Eu, que não sou nada esquisita, usava todos! :)

18/10/2015

| Dos filmes bons |




Anton Corbijn ficou conhecido por ter dirigido videoclips como 'Personal Jesus', dos Depeche Mode, ou 'Heart-Shaped Box', de Nirvana.
Em 2007 iniciou-se na realização de cinema com o filme 'Control', sobre Ian Curtis, vocalista dos Joy Division.
'Life' é o seu 4.º filme, sobre a relação entre o fotógrafo Dennis Stock (interpretado por Robert Pattinson) e o na altura desconhecido James Dean (Dane DeHaan).
Em 1955, mesmo antes de Dean se tornar célebre com 'A Leste do Paraíso', de Elia Kazan,  Stock acompanhou o ator numa viagem que os levou de Los Angeles a Nova Iorque e depois ao Indiana, onde Dean cresceu. E foi aí que Stock tirou algumas das fotos mais famosas do ator, que seriam publicadas na revista 'Life'.
Li críticas de pessoas que consideraram o filme demasiado lento. E é-o, de facto. Mas é de uma lentidão tão boa que quando chegou o intervalo perguntei-me jááá?
Era fácil ao realizador contar-nos uma história dramática e tensa, afinal estamos a falar de James Dean! Mas não, é antes um retrato do caráter do ator - um homem simples que só queria representar, desprezando o meio que lhe estava associado -, e da sua amizade com Stock, que viu em Dean um quelque chose quando aquele era um zé ninguém.
James Dean morreu em setembro de 1955 e Stock (morreu em 2010) tornou-se num fotógrafo da agência Magnum: as maiores celebridades da época, tais como Marilyn Monroe, Marlon Brando ou Miles Davis foram captadas pela sua lente.
Não posso acabar sem falar das magníficas representações que são, talvez, a grande mais valia deste filme, uma das pérolas cinematográficas de 2015, na minha opinião. Dane DeHaan (de quem nunca tinha ouvido falar) é maravilhoso no papel de Dean e Robert Pattinson está magistral. Digam adeus ao vampiro e olá ao ator!

16/10/2015

| Objeto de desejo |

Uma mochila. 
Prática. 
De linhas delicadas. 
Em cor de paixão.
É da Zara e custa €29.95.




Sim, por vezes os desejos 
estão ao alcance da nossa mão! ;)  

13/10/2015

| Girl in black |

No penúltimo fim-de-semana tive um almoço mais formal e, com pouco esforço, foi este o look que escolhi.
Embora o vestido seja um os meus preferidos, seguramente há mais de um ano que não o usava. No entanto, sempre que o visto sinto-me poderosa, porque ele é super sexy, mas nada vulgar. 
Depois foi só juntar-lhe as sandálias (o tempo ainda o justificava), a shopper reversível (uma das melhores invenções dos últimos tempos) e o chapéu que adoro, para dar um ar super classy, e está feito. Prontíssima para comer! :)









Vestido Zara, sandálias Bershka, shopper Parfois, 
chapéu comprado no comércio tradicional

11/10/2015

| Confessem, já tinham saudades de sapatos, verdade? |

A cada nova estação gosto de ir ver as novidades da Zilian, porque são sempre inspiradoras. 
Aqui ficam os meus modelitos preferidos do momento:

09/10/2015

| Uma história a conhecer |




Embora não seja o tipo de literatura que normalmente consumo, uma colega aconselhou-me a ler e assim o fiz. 
Este best seller (vendeu que nem pães quentes) retrata a vida de Mariam e Laila, duas mulheres a quem a tradição e a morte obrigam a partilhar o mesmo marido, num Afeganistão recente devastado por perturbações sócio políticas brutais.
Não a considero uma obra brilhante, mas consegue cumprir perfeitamente o objetivo: o autor - o afegão Khaled Hosseini - conta uma história muito dura de uma forma fluída e clara, história essa que mais não é do que o retrato de uma sociedade afegã demasiado antiquada e machista, em que as mulheres são tratadas abaixo de cão (desculpem-me a frontalidade, mas não há forma mais suave de o dizer).
Aconselho a ler, nem que seja para se perceber um pouco melhor a crueza da humanidade (que, maioria das vezes, preferimos fingir não existir).  

05/10/2015

| Há música na cidade |

Foi neste fim-de-semana que aconteceu a 5.ª edição - anual - do 'Há música na cidade', aqui em Leiria. Dois dias dedicados principalmente à música, mas também ao teatro, à dança e à ginástica, com mais de 150 espetáculos que envolveram cerca de 1200 artistas.
Este é, sem dúvida, o evento de que mais gosto nesta cidade (totalmente gratuito, ainda por cima), o que não é de estranhar, já que não sei viver sem música. E ela encheu as ruas, de todos os feitios e para todos os gostos.
Deixo-vos com algumas fotos que tirei, e agora fico ansiosamente à espera da próxima edição. Oh yeahh!










03/10/2015

| Declaro oficialmente aberta a época da gola alta |

Talvez até aos 17 anos era incapaz de usar golas altas. Que me picavam, faziam impressão, ficava com falta de ar, blábláblá, blábláblá.
Entretanto ofereceram-me uma camisola que era tão, mas tão bonita, que me obriguei a vesti-la. Pronto, problema resolvido!
Comecei a usá-las desde essa altura e agora não passo sem elas, tenho praticamente uma de cada cor, inverno sem gola alta não existe para mim.
Ainda por cima este ano é uma das grandes tendências do outono/inverno, ou seja, a desculpa perfeita para comprar mais 1 ou 2 (ou 3 ou 4)! :)










Camisola Mango, saia Zara, mala Suiteblanco (não sei a marca das sapatilhas, compradas há muitos anos no comércio tradicional)