.backtotop { position: fixed; bottom: 20px; /* increase value to move position up */ right: 0px; /* increase value to move position left */ } .backtotop:hover { background-color: #333333; /* color of background on hover over */ color: #ffffff; /* color of text on hover over */ text-decoration: none; /* no underline */ bottom: 10px; /* increase value to move position up */ right: 0px; /* increase value to move position left */ padding: 10px; /* add space around the text */ } -->

14/05/2016

| Crónicas da vida airada (ou não) #4 |

Continuamos à descoberta do mundo do Tinder (o que me faz sentir um bocadinho como o Herman José nas suas rábulas - maravilhosas, diga-se - sobre David Attenborough) e hoje vou dissertar sobre alguns dos interesses e tempos livres dessa espécie que é o homem tinderiano.
Ora, o homem médio tinderiano (que vou designar abreviadamente por hmt) pratica desporto e é amante da natureza. Quais shoppings, qual quê? Andamos todas muito enganadas porque afinal eles gostam é de passeios no meio da natureza, em especial se isso envolver escaladas a montanhas e correspondente foto final no topo, de sorriso no rosto e braços abertos, qual Di Caprio no Titanic, estão a ver?
O hmt também gosta de andar de bicicleta e/ou praticar running (sim, que isso de correr é para pobres), e notoriamente adora passar horas no ginásio, atestado por selfies deliciosas a comprovar. Do género smartphone numa mão, haltere na outra, com aquele ar de olhem para mim que sou mesmo bom e não estou a fazer esforço nenhum já que este tu cá tu lá com o desporto foi algo que nasceu comigo e, porra, sou mesmo bom.
Claro que, para não termos dúvidas sobre o seu envolvimento, o hmt que frequenta o ginásio vai mais além e, para que dúvidas não restem, mostra os efeitos de toda essa entrega ao exercício com uma selfie... pois claro, em tronco nu.
Mas o hmt consegue ir ainda mais longe e surpreende pelo amor aos desportos radicais ou, vá, menos convencionais: a acreditar no perfil médio da espécie masculina no Tinder, diria que 98% dos visados pratica desportos na neve e 123% faz surf. 
Surpresas? Pois é: pensamos nós que eles gostam é de se estatelar no sofá para sessões de futebol e cerveja, com umas bocas machistas à mistura e, afinal, eles só querem muita neve e pranchas de snowboard ou manhãs solarengas e um mar que não esteja flat, à procura das bombas* perfeitas.
Mulheres deste país, muito temos nós que aprender sobre esta espécie que, julgamos, conhecemos tão bem. Vai-se a ver, bem espremidinha a coisa, estamos a anos-luz de atingir sequer qualquer entendimento básico sobre esse ser com o qual coabitamos e, reconheçamos, sem o qual não sabemos (nem queremos) viver.
Mas estejam descansadas porque estou aqui é para  vos ajudar e devagar, devagarinho um dia chegamos lá!

* Termo usado pelos surfistas que significa ondas grandes. 

17 comentários:

Lilium Black disse...

O que eu ri com isto.
No fundo chego à conclusão que andamos muito cegas, ou quem sabe noutro planeta qualquer para não tropeçarmos nestes maravilhosos exemplares de cada vez que saímos de casa.
Brincadeiras à parte, gostava de saber o que é que esta rapaziada saudável e amiga da natureza faz quando não está no ginásio ou em algum desporto ao ar livre. O que pensarão eles do mundo? Do país em que vivem? Qual será o livro favorito? Será que alguma vez se envolveram em projetos sociais? Será que alguma vez foram ao teatro? Quanto tempo passarão com a família? Por acaso tenho uma longa lista de perguntas pertinentes sobre estes senhores, mas pronto, pelo menos ficamos a saber que são saudáveis. Ao menos isso.

Beijinho.
Lilium
O Meu Dolce Far Niente
Facebook

Marta Moura disse...

Lilium Black, não compliques, ok? :)
Agora mais a sério, acho que fizeste uma série de observações que davam para uma dissertação das grandes. Mas acho que eles não se importam grandemente com isso. Livros, quem precisa de livros quando tem abdominais maravilhosos?
Uma pena...

Claudia Victória disse...

hahaha que legal!
Eu CORRO pq sou pobre mesmo!
kkkk
bjs
http://momentosdemodaebeleza.blogspot.com.br/

Amy ☮ disse...

opá, morri a rir a ler isto xD

r: obrigada! :)

Sofia disse...

Ri-me muito =p muito bom!

Daniela Silva disse...

Se o mundo fosse tenderiano, seria bem melhor :)

Beijinho meu,
http://danielasilvablogof.blogspot.pt

Lanne Machado disse...

Olá Marta, sobre essa espécie, já conheci alguns, exactamente como escreveste. O pior é que só estar a aumentar e aumentar. Resta a nós identificarmos eles e passar longe. Rsrs. Beijinhos fofa. Amei a Crónica.

♡ Blog da Lanne

Mary disse...

Eheheh muito bom!
Nunca usei o Tinder, mas usava outras apps parecidas e não era muito diferente.
Não conhecia o blog, mas já gostei imenso.
Beijinhos

Carla Ramalho disse...

Adorei o post, ri-me bastante ao conhecer estes homens do mundo moderno e cheguei à conclusão que afinal qualquer dia não existem homens (de interesse) no mundo, infelizmente ...
Beijinhos ...
Guloso qb


Filipa Gonçalves disse...

kkkkkkkk adorei a parte dos halteres!!!
Ri-me muito com isto! Adorei! Parabéns! kkkk

http://filipa-goncalves.blogspot.pt/

Ana Freire disse...

Por isso os tenderianos, não olham para mim... passo a vida a correr... para apanhar metro... autocarro...
A solução... é o running!... para caçar tenderianos...
Não sei porquê... mas não sinto a falta de um espécime destes por perto... são gostos!...
Adorei o texto, Marta!
Beijinhos! Boa semana!
Ana

Madalena Santos disse...

Tanto cromo...mas estes " tenderíanos" abrangem que faixa etária?? São mais novos , certo ? Entre 20 e 30 anos. Noto que a camada mais jovem preocupa-se muito com corpo /aparência ( que não censuro) mas desprezam completamente aquilo que deveria ser o mais importante, a formação cívica , académica e profissional. E também falo do sexo feminino. Ginásio, tatuagens, piercings e sei lá mais o quê ( cada um faz o que quer, atenção ), mas não trabalham .... Não estudam , nada! Que raio! N percebo.

mysupersweettwenty disse...

Ahahah, adoro estas crónicas!
O hmt não vê a bola? :P

Chic' Ana disse...

O que me diverti a ler este post, muito bom!
Beijinhos

Joana disse...

ahahahah... Adorei a dissertação do homem tinderiano :-)

Avelã disse...

Haha, sem dúvida uma espécie interessante! Tens aí assunto para uma tese :P

Cat disse...

Ahahah, fartei-me de rir. Estou é a ver que é um mundo cheio de personagens! :P