.backtotop { position: fixed; bottom: 20px; /* increase value to move position up */ right: 0px; /* increase value to move position left */ } .backtotop:hover { background-color: #333333; /* color of background on hover over */ color: #ffffff; /* color of text on hover over */ text-decoration: none; /* no underline */ bottom: 10px; /* increase value to move position up */ right: 0px; /* increase value to move position left */ padding: 10px; /* add space around the text */ } -->

03/07/2016

| Crónicas da vida airada (ou não) #8 |

No perfil do Tinder podemos escrever uma frase, um texto ou utilizar apenas caracteres que nos definam.
Eu, por exemplo, escrevi I'm a simple girl, uma auto-definição concisa e despretenciosa, já que sou das pessoas mais práticas e descomplicadas que conheço.
Penso estar correta quando afirmo que a maior parte dos homens não escreve nada, o que acho mal. Meia dúzia de palavras demonstram criatividade e capacidade de auto-análise, duas características que apreciamos e que, além do mais, nos permitem conhecer melhor ou saber quais as pretensões de quem está do outro lado.
Hoje vou dissecar o que escreve o homem médio tinderiano (hmt) e, para isso, vou subdividi-lo nos principais tipos. Vamos a isso:

O clichê ambulante
É o hmt que coloca aquelas citações do género Life is short, live it, ou A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios. Por isso cante, chore, dance, ria e viva intensamente, antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos, ou ainda - a mais utilizada - Carpe Diem.
Atenção que concordo e sou praticante da 'filosofia carpe diem', acho que é a forma mais inteligente de se viver. No entanto, o que se vos pede é que vão um pouco mais além e criem algo vosso, s.f.f.
Frases e citações como as que transcrevi não transmitem a ideia de que vocês são interessantes ou profundos. Apenas de que são básicos.

O inseguro
Muito mais comum do que se possa imaginar, vários hmt indicam no seu perfil quanto medem. Really
A primeira vez que vi nem quis acreditar, mas entretanto tenho visto tantas repetições que já me habituei.
Numa das conversas que tive com a Blonde (já aqui escrevi que é a minha companheira de risos nesta app), comentamos uma vez, entre outras patetices, a estranheza que a partilha deste dado físico nos causava.
Uns tempos depois, a Blonde passa por minha casa e diz-me Acho muito bem que os homens do Tinder digam qual é a sua altura!
Perante a minha expressão de curiosidade, lá me explicou que tinha conhecido um gajo que lhe dava pelas mamas e que a indicação da altura no perfil lhe tinha poupado o constrangimento (esta conversa, claro, acabou como sempre: à gargalhada).
Dentro deste género de hmt há ainda aquele que, além da altura, indica também o peso. 
Pergunto-me: e já agora, porque não também o índice de massa corporal? Se o objetivo é informar, o mínimo que espero é que me seja facultada a informação completa e detalhada!

O poliglota
É aquele hmt que indica as línguas que domina, o que é deveras importante já que, principalmente nesta altura do ano, Portugal enche-se de estrangeiras e pode acontecer elas não fazerem match se eles não tiverem especificado que têm conversa para elas. 
O poliglota comum domina o português e o inglês, expressando-o da seguinte forma: PT/GB (isto de dominar o português tem muito que se lhe diga porque já apanhei com tanto erro ortográfico que, se calhar, dominar não é o termo mais correto, mas vocês percebem o que quero dizer). 
Depois há aqueles que são praticamente um dicionário internacional, dominando várias línguas: a conjugação PT/GB/FR/ES é a mais utilizada.
A este propósito não podia deixar de partilhar esta pérola que li há dias, da autoria do Miguel, um moço de 35 anos: 
Portuguese. inglish. i wont one series relation. you can do it? Big kiss.
Como?????
Pois... Bilingue, mas pouco.

(Continua...)

18 comentários:

disse...

Esse Miguel de inglês tem muito pouco, mas vá, se calhar até dá para o moço se desenrascar xD
Beijinhos e bom domingo ^^

Madalena Santos disse...

Todos não fazem um!!!! Beijinhos

Carla Ramalho disse...

Ai que adorei o Miguel e a sua cultura linguística :D

Mari disse...

Não consigo manter uma conversa com homens que escrevem horrivelmente mal, é mais forte do que eu 😂😂😂

Joana disse...

Estas crónicas são demais :-) Dá-me vontade de criar um perfil no Tinder só para me rir com pérolas desse género.

X. Marquez disse...

AH AH Essa do português com erros ortográficos está top! Beijinhos

AFRODITE disse...


Olá Marta,
Gostei muito da tua crónica, fresca, divertida e inteligente.
E até já aprendi uma coisa nova contigo: não conhecia a existência de uma rede social de nome Tinder...

Um beijinho e aproveita a praia se puderes
(^^)

Andreia Barbosa disse...

OMG de facto devem aparecer umas pérolas mesmo boas por lá! ahahahah Esse Miguel tem um conhecimento "fantástico" ahah

http://cidadadomundodesconhecido.blogspot.pt/

Chic' Ana disse...

LOLOL, que comédia! =)

Isabel (Bekas) disse...

não conheço isso de que falas..parece-me que estou um pouco cota. Mas gostei do que nos contaste.

Fernanda de Oliveira Brito disse...

Olá Marta,

Adorei a sua escrita. :)
Não me lembro qual foi a frase que escrevi em meu Tinder.

Um beijo, estou te seguindo.

www.purestyle.com.br

M. disse...

Pois olha que eu tenho uma amiga inscrita no Tinder que só "aceita" homens altos, já que ela própria mede 1,75 cm :)
Beijinhos

Teresa disse...

Mal posso esperar pela continuação!

Ana Freire disse...

Heheheh! Adorei a classificação...
Os poliglotas... assim à primeira vista... parece-me ser a categoria mais divertida!... :-D
Beijos! Boa semana!
Ana

Cidchen disse...

Por mera curiosidade descarreguei a app (não a conhecia até ver estes teus capítulos), e não é que também já vi disso, das alturas, e frases de chorar a rir? Lol Já obtive alguns Match, mas ainda não tive conversa com ninguém.

Avelã disse...

Haha, hilariante! Mas bem, não se pode dizer que a possibilidade de incluir uma descrição num site do género não potencie idiotices desse calibre :P

lápis roído disse...

Nunca me enfiei nessa app, mas se o fizesse e tivesse de falar sobre mim (como, de resto, é expectável) repetia o que tenho no perfil do Blogger. Eram matchs uns atrás dos outros :P

Ana disse...

Muito bom, Marta!! Já me fartei de rir!