.backtotop { position: fixed; bottom: 20px; /* increase value to move position up */ right: 0px; /* increase value to move position left */ } .backtotop:hover { background-color: #333333; /* color of background on hover over */ color: #ffffff; /* color of text on hover over */ text-decoration: none; /* no underline */ bottom: 10px; /* increase value to move position up */ right: 0px; /* increase value to move position left */ padding: 10px; /* add space around the text */ } -->

11/12/2016

| Janis: Little girl blue |


Ouvi-a a cantar pela 1.ª vez teria p'raí uns 16 anos e fiquei deliciada com o vozeirão da mulher.
Depois descobri um vinil dela lá por casa (sim, porque o Sr. meu pai tem uma coleção de vinis de fazer inveja) e aquilo andou a tocar sem parar durante um tempo considerável.
Embora goste muito da cantora não conhecia praticamente nada da sua trajetória e o documentário Janis: Little girl blue (de 2015, realizado por Amy J. Berg) serviu para colmatar um pouco essa falha.
Fiquei a saber que Janis nunca foi 'normal' (desde novinha que se sentia peixe fora do aquário e manteve-se assim, felizmente, acrescento, durante toda a sua vida), sofreu de bullying na juventude e era uma regular weird person meeesmo boa onda.
O resto já é sabido: abusou do álcool e das drogas, teve imensos homens (ao ver o documentário percebo que a sua 'dependência' dos homens resultava da sua insegurança) e morreu de overdose.
O que retenho é que ela era uma mulher genuína e simples, defensora da liberdade e da filosofia peace & love. E muito, muito querida.  

12 comentários:

Adriana R. disse...

Também gosto muito dela, sou capaz de ver o documentário! :)
The Fancy Cats | Giveaway Japan Candy Box

Camila Faria disse...

Ela é maravilhosa ~ quero assistir o filme!!!

inestcastro disse...

Estas pessoas fascinam-me. O mundo precisa acima de tudo olhar para elas, têm tanto para nos ensinar!

Joana disse...

Fiquei curiosa para ver o documentário...

Rute Matos disse...

Grande voz! ;)

https://blogdiariodeumafamilianormal.blogspot.pt/

Lux G. disse...

Hello, fellow regular weir person. :)

sílvia. disse...

Marta, mil desculpas, eliminei um comentário teu no meu blog sem querer :(

vintagepri disse...

Uma artista diferente e única!

Beijos,
Pri
www.vintagepri.com.br

Lápis Roído disse...

A mulher que melhor publicitou a Mercedes no mundo da música. =P Redutor, eu sei. Janis Joplin foi mais que isso. Muito mais ;)

Ana Freire disse...

Com uma baixa auto-estima, segundo consta.. punindo-se a si mesma com imensos comportamentos de risco... que se revelariam fatais...
Alguém que partiu cedo demais, e teria tanto para dar ainda ao mundo...
Também fiquei curiosa sobre o documentário!
Bjs
Ana

Maria Gloria D'Amico disse...

Na foto, um sorriso que deliciou-me plenamente. Sim, penso que era uma mulher simples e nada normal, o que me agrada muito. E que que voz arrebatadora!
Beijos Marta.

Avelã disse...

Eu sou fã e acho as músicas maravilhosas, mas também não conheço muito da história. Gostei de ler o teu resuminho :) Tenho de ver o documentário :D