.backtotop { position: fixed; bottom: 20px; /* increase value to move position up */ right: 0px; /* increase value to move position left */ } .backtotop:hover { background-color: #333333; /* color of background on hover over */ color: #ffffff; /* color of text on hover over */ text-decoration: none; /* no underline */ bottom: 10px; /* increase value to move position up */ right: 0px; /* increase value to move position left */ padding: 10px; /* add space around the text */ } -->

03/02/2017

| Crónicas da vida airada (ou não) #20 |

Faltam 11 dias para o Dia dos Namorados e já estou com uma urticária de todo o tamanho, tal é a espécie que ele me faz (gosto muito desta expressão, fazer-me espécie).
Já não aguento a caixa de correio inundada de e-mails com propostas de presentes (que vão para o lixo sem passar pela casa de partida), da publicidade na rádio e na TV, do sururu à volta deste dia sem importância nenhuma. Sim, porque para mim Dia dos Namorados é quando um casal quiser, exceto no dia que decidiram marcar para o efeito.
E depois acho uma lamechice pegada a decoração das lojas: muito coração e coraçãozinho, muita flor, muito ursinho de peluche, muito mel, muita pieguice, demasiada pieguice. Mas isso sou eu que sou uma esquisita. Esquisita mas, ainda assim, cheia de ideias criativas a partilhar com vocês, que vivem o Dia dos Namorados com um carinho especial. Mas não são umas ideias quaisquer, que se é para celebrar que seja em grande e a sério, de coração, que isso de comprar um presentinho com laçarote é muito fácil.
Vamos a isto:

Três presentes delas para eles:
1.   Um vale de oferta de sexo do bom (nem é preciso gastar dinheiro, uns gatafunhos num papel chegam), algo do género:
Como presente do Dia dos Namorados ofereço-te 5 horas de sexo puro e duro. Tu escolhes o onde, o como e o quê.
Atenção que este vale implica a ausência de tabus (para isso existem todos os outros dias) e uma dedicação acima da média. Não é para todas, mas tenho a certeza que o vosso companheiro nunca mais se vai esquecer.
Um eventual contra é que estou a imaginá-lo a, de quando em vez, vos perguntar quando é que há outro vale (mas isso agora não é chamado ao caso).

2. Uma festinha caseira ou intimista com os amigos mais próximos, em que vocês, meninas, se comprometem a não controlar o vosso mais-que-tudo. 
Isso implica não fazerem olhares de lado ou darem calcadelas sempre que acham que ele está a abusar do whisky, nem tão pouco caírem na tentação de dizer está calado Carlos Manuel quando o moço estiver a dizer uma baboseira de todo o tamanho.    

3. Uma subscrição do Benfica TV (para os benfiquistas) ou de um canal de desporto qualquer (para os que têm juízo). Se eles não gostarem por aí além de desporto, podem sempre oferecer a subscrição de um canal pornográfico, que é capaz de ainda resultar melhor, até porque dá para utilização conjunta.
As que oferecerem o Benfica TV são as mais sacrificadas, que depois têm de levar com aquilo a toda a hora, mas também ninguém disse que o amor era fácil, pois não?

Três presentes deles para elas:
1. Uma massagem de corpo inteiro de 2 horas. Requisitos: ser feita por um homem aprazível (giro que se farta, para quem não entendeu) com mãozinhas de fada.
Esse ato singelo vai fazer milagres no ego das sortudas e, se o massagista for mesmo bom, ainda se habilitam a uma sessão de sexo como já não se lembravam. Por isso, deixem as ciumeiras e inseguranças de lado, que isto é uma win-win situation.

2. Um vale de oferta (os tais gatafunhos num papel) onde conste: Durante o próximo mês sou em que passo a roupa a ferro. E não aceito um não.
É preciso algum cuidado se optarem por este presente porque não basta passar a ferro durante um mês, a roupa tem de sair bem passada, ok? Umas aulas práticas com as mães resolvem o assunto num instantinho.

3. Sapatos. Mas não vos aconselho, homens, a serem vocês a comprar porque, já se sabe, somos umas esquisitas do pior. O ideal é passarem o cartão de crédito para a mão da vossa amada e dizerem: Toma, gasta ...€ em sapatos. E nem penses em gastar noutra coisa qualquer (com o dedo apontado e num tom ameaçador).
O mínimo são 50€, que a vida não está para esbanjamentos, o máximo vai até onde o homem quiser.
Tudo bem que esta última proposta é um bocadinho mais consumista mas, no fundo, estou a pensar nos gajos: notem que este presente não implica qualquer esforço, além do económico, claro, e ainda se livram das meninas durante umas horas valentes, o que sempre dá uma lufada de ar fresco às vossas vidas.
Ou isso ou o meu homem ainda é um freak do Dia dos Namorados, que ainda não tive oportunidade de o descobrir, e mais vale facilitar-lhe a vidinha.

22 comentários:

Gorduchita disse...

Ideias criativas, sim senhora! :)

m-M disse...

Olha, somos duas a pensar igual.

Eu comprei uma coisa útil e fofinha que o meu rapaz me anda a pedir desde que mudamos de casa e mais uma "piquena" coisa que é o símbolo da nossa relação - mas que se compra no supermercado ahahah
Este dia é simbólico e só porque a sociedade "comanda" :P

As tuas ideias, cheira-me, ainda vão salvar alguns casais ;)
***

Os olhares da Gracinha! disse...

Nunca festejei mas parecem belas sugestões!
bj

A mãe que virou noiva disse...

Nunca troquei presentes no dia dos namorados.
Parece-me algo muito forçado sinceramente.

Isa Sá disse...

Boas sugestões!

Isabel Sá
Brilhos da Moda

As Coisas Dela disse...

Ahahaah o meu namorado chama-se mesmo Carlos Manuel! Neste dia gostamos de jantar juntos, assim como em muitos outros dias do ano, mais do que isso (prendas e prendinhas) costumamos dispensar!

Mari Dahrug disse...

Muito legais e criativas as ideias!!! Aqui no BR o dia dos namorados é só em junho, está longe ainda.

Beijos
Mari Dahrug
http://www.rabiskos.com.br/

A mamã vai casar disse...

Todos os dias são bons para namorar :)

Elisabete disse...

Umas dicas bem originais!
Nós costumamos ir jantar fora, sem mais.
Bjs

Filipa Gonçalves disse...

Adorei as sugestões! ahah
Especialmente a 1ª de Ela para Ele e a 2º de Ele para Ela! Super originais! ahah

http://filipa-goncalves.blogspot.pt

Marta disse...

Quem me dera receber o tal vale em que o meu namorado passa a roupa a ferro. E faz a cama... e lava a louça... e não deixa meias no chão... Aahahha xD
LA VEINE

pequenasvontades disse...

Ahahah adorei as sugestões!

Olivia disse...

Essas ideias não são nada más, não senhor.

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Subscrevo em absoluto as tuas palavras.
Aliás, não valorizo o dia, é mais um de tantos...
bjs

Tulipa Negra disse...

Ahahah, gostei muito das sugestões :)

Anita disse...

Ahahah adorei as ideias:D

Sara S Ramos R disse...

Maravilhosas ideias!!! Eu já escolhi a minha graças a ti e não mexo mais. Não vou dizer mas acho que se chega lá! ehehe
Beijinhos :)

Miss Cokette disse...

Ideias diferentes e que deixam tanto ele como ela feliz, pelo menos é o que eu acho.
O dia do namorado devia ser sempre...o problema é que todas as datas importantes tendem a tornar-se muito comerciais...
Beijinhos.

misscokette.blogspot.pt

Rita Teixeira disse...

Que ótimas dicas! Com ou sem namorado nunca liguei nada ao dia dos namorados, penso que é mais o aparato deste dia do que outra coisa!

http://mundodablue.blogspot.pt/

Ana Freire disse...

Belas sugestões!!!... :-D
Mas por acaso nunca ligo muito à data... namoramos sempre que se proporciona, sem dias especiais...
No entanto vou registar uma ou duas... just in case... se nos apetecer festejar... :-D
Beijinhos
Ana

Sandra Marques de Paiva disse...

Gostei das ideias e já estou a tratar da minha oferta. Inclui cenas kinky, porque às vezes também é preciso :)

Avelã disse...

Ideias ótimas, muito menos mainstream do que as sugestões que se costumam ver por aí :)