.backtotop { position: fixed; bottom: 20px; /* increase value to move position up */ right: 0px; /* increase value to move position left */ } .backtotop:hover { background-color: #333333; /* color of background on hover over */ color: #ffffff; /* color of text on hover over */ text-decoration: none; /* no underline */ bottom: 10px; /* increase value to move position up */ right: 0px; /* increase value to move position left */ padding: 10px; /* add space around the text */ } -->

31/05/2017

| Off sight: A fábrica abandonada |



Porque se estava a tornar mais difícil arranjar 'novos' espaços abandonados para fotografar, este é o último mês que dedicamos ao tema. Antes de mais, não posso deixar de agradecer às meninas Off sight o facto de me terem acolhido neste projeto maravilhoso, e salientar que adorei ter percorrido e fotografado espaços algo fantasmagóricos. Muchas gracias, foi muito bom.
Termino esta fase com uma fábrica de calçado, e confesso que senti um travo mais amargo do que doce quando estava a fotografar.
Se, por um lado, não me faltou material para onde apontar a máquina, por outro não consegui desligar-me das emoções, e foi com o coração algo apertado que executei a tarefa.
É que esta fábrica pertenceu à minha família e voltar lá, tantos anos volvidos, e vê-la vazia, sem o burburinho constante das máquinas, fez-me muita confusão.
Passei ali parte da infância, conheço-lhe os cantos como a palma da mão, e resta-me recordá-la como um local vivo e aonde fui feliz.
Angústias à parte, aposto que se estão a perguntar como é que ainda existem tantos sapatos por lá (e são bem mais do que a fração que aqui mostro). Eu explico: esses sapatos são amostras, ou seja, modelos para serem mostrados a clientes e fornecedores, só existindo um exemplar de cada. Porque se assim não fosse, tenho a certeza que já não restava nem um para contar a história.









P.S.: O que é que as outras meninas terão andado a fotografar?
Podem descobri-lo já de seguida, visitando o Girl in Mint Green, da Catarina, o Jiji, da Joana, o Viver a Viajar, da Marta, o Meek Sheep, da Raquel, e o Raining days and mondays, da Vânia.

21 comentários:

Os olhares da Gracinha! disse...

Interessante estes olhares... Bj

Bela Dina disse...

:(
Deve ter sido mesmo dificil para ti Marta, relembrares-te de tudo e veres em que estado está agora. Até dói a alma. :( Mas agora o que importa são as boas recordações que ficaram em ti! Esse local estará sempre "vivo" nelas. :)
Muitos parabéns pelas fotos e pela coragem de lá teres voltado.
Beijinho

Marta Chan disse...

Percebo bem a tua angustia porque tens uma história passada nessa fábrica. admira-me de ter ainda tantos objectos, está fechada para outras pessoas? É realmente uma pena esta fábrica de calçado fechada, os sapatos da China não me convencem :P Gostei muito da foto com todos aqueles sapatos coloridos, à espera de dias melhores...

Viver a Viajar

Marta Moura disse...

Não Marta, está aberta para quem quiser entrar. Também fiquei admirada com o facto de ainda 'sobreviverem' tantos objetos.
Beijos

Raquel Dias da Silva disse...

Em primeiro lugar parabéns pela coragem, em segundo pelas bonitas fotografias que captaste. Gosto muito da de destaque. Mas realmente é triste ver um espaço com tanta história ao abandono :(

Joana Sousa disse...

Wow que grandes fotos, Marta! Imagino a tua angústia...quando o passado nos toca, é bem mais difícil guardar as emoções. Como disse a Raquel, que coragem!

Jiji

Lux G. disse...

The floral is so pretty.

The Brunette's Tofu disse...

Que fotos lindas! Adoro! És uma corajosa mesmo. Beijinho

The Brunette's TofuInstagram

Melhor Amiga Procura-se disse...

Adorei as fotos...
Parabéns...

Marisa Cavaleiro disse...

No Dia da Criança voltar aos locais de infância é um exercício que eu também faço no meu blog... Parabéns pela coragem...
xoxo

marisascloset.blogspot.com

Midnight Effect disse...

Gostei das fotos, mostrou uma sensibilidade especial, talvez por te ter tocado tanto! Imagino a coragem que foi preciso para recordar um local que fez parte da tua história.. no entanto parabéns pelas fotos! :)

beijinho
The Midnight Effect / Instagram

Chic' Ana disse...

Ficamos sempre com um misto de emoções quando frequentamos estes espaços abandonados. Imaginamos a vida que ali existiu e o como acabou..
Beijinhos

feltro nas mãos disse...

Fantásticas fotos! E gostei também muito do espaço!... Impossível reabilitar?!
Sugiro uma visita aqui: https://pt-pt.facebook.com/new.hand.lab.covilha/, na Covilhã... Uma fábrica que, um dia, fechou, mas que hoje tem, novamente, vida!...

O meu pensamento viaja disse...

Embora belas são imagens dolorosas.

m-M disse...

Que saudades de ver fábricas de calçado...
Cresci em duas (uma de família, outra que empregava a minha mãe) e entretanto trabalhei um ano no sector.

As amostras para mim chegavam a ter mais valor sentimental do que "o produto final"...

Imagino a tua saudade, mas eu cá quase consegui ouvir o burburinho e a vida latente nas fotografias...

Beijinho,

Margareth Gervason disse...

Lindas fotos e de bom gosto. O espaço hoje acho comum pq a crise fez com que muitos lugares se tornassem abandonados.
A cor do esmalte é estranha sim, mas nas unhas ficaram perfeita, acho que pq sou velhinha.rsrsrsr

Ótimo final de semana,com muita paz.
Obrigada pela visita, volte sempre!
Beijos coloridos!♥♥♥

Catarina Sofia disse...

Não deve ter sido fácil voltar a um sítio com boas lembranças e agora vê-lo nesse estado.
Boas fotos :)

Ana Freire disse...

Gostei imenso das imagens... e nesse caso compreendo bem o nó na garganta, perante um lugar que tinha tantas ligações afectivas e emocionais, contigo...
Talvez no futuro, quem sabe, possa ser reactivado, com outro negócio familiar...
Bjs! Bom domingo!
Ana

Maria Rodrigues disse...

Fico sempre com uma certa nostalgia quando vejo lugares abandonados, penso nas vidas que por ali passaram e o que terá levado a esse local ter sido "deixado para trás".
Sendo um espaço que conhecemos anteriormente, ainda deve ser mais difícil de ver.
Brilhantes fotografias.
Bom domingo
Beijinhos
Maria de
Divagar Sobre Tudo um Pouco

Vânia disse...

Adoro que tenhas ido vasculhar em algo tão pessoal, da história da tua família. Há sentimento nessas fotos e nas tuas palavras. Obrigada por isso! :)

Rute Matos disse...

Recordações da infância e ainda por cima nestes termos... imagino o quão difícil deve ter sido!
Ficam os momentos a recordar, certo?
Beijinhos

Blogdiariodeumafamilianormal.blogspot.pt