.backtotop { position: fixed; bottom: 20px; /* increase value to move position up */ right: 0px; /* increase value to move position left */ } .backtotop:hover { background-color: #333333; /* color of background on hover over */ color: #ffffff; /* color of text on hover over */ text-decoration: none; /* no underline */ bottom: 10px; /* increase value to move position up */ right: 0px; /* increase value to move position left */ padding: 10px; /* add space around the text */ } -->

21/02/2017

| Objeto de desejo |

Não sou muito uma pessoa de colares (nem de brincos, nem de pulseiras, a minha tara são, definitivamente, os anéis). Mas penso que isso também acontece pelo facto da maioria dos colares (e brincos e pulseiras) não me encherem as medidas. Rara é a vez que olho para eles e penso wow, preciso disto na minha vida!

17/02/2017

| Crónicas da vida airada (ou não) #21 |

Já estavam com saudades de uma cronicazita com cromos do Tinder, não é verdade? 
Eu sei disso muito bem e, porque não gosto que sofram em vão, hoje vou dissertar sobre as fotos mais comuns que por lá encontro. Vamos nessa Vanessa?

15/02/2017

| Gotta love this look |


Foi a partir do casaco tão dentro das tendências (acho-o lindo de morrer) que construí este look, a usar nos dias não tão frios (atenção que nos próximos dias as mínimas e máximas vão estar muito simpáticas, pelo que há que aproveitar para usar aquelas peças de meia estação que estão guardadas no armário há uma eternidade).

13/02/2017

| Então e os Oscars? #1 |

A 89.ª cerimónia dos Oscars está quase aí (acontece já no próximo dia 26) e, como já vem sendo hábito, conto segui-la em direto com críticas aos modelitos e aos prémios na página de Facebook aqui do estaminé (façam like na página e acompanhem comigo, que é uma animação).
Vamos então ao que mais importa, ou seja, aos filmes:

11/02/2017

| Romântica (ma non troppo) |


Por regra não sou muito de usar rendas ou bordados, que criam uma aura bastante romântica. Gosto, antes, de looks mais desconstruídos, práticos, não muito direitinhos.
Sucede que assim que vi esta blusa deixei-me encantar de imediato, porque toda ela respira leveza e candura, com os seus detalhes tão bonitos e femininos.

09/02/2017

| Pela Fábrica da Pólvora |


Se há coisa que gosto de fazer é passear pelo nosso Portugal, cheio de recantos e encantos.
Há dias fui conhecer este espaço, que foi uma das fábricas de armas fundadas por D. Manuel I, tendo a sua principal atividade sido posteriormente convertida no fabrico de pólvora.
Fechou em 1988 e, em 95, foi adquirida pela Câmara Municipal de Oeiras, que a transformou num local aberto ao público.