.backtotop { position: fixed; bottom: 20px; /* increase value to move position up */ right: 0px; /* increase value to move position left */ } .backtotop:hover { background-color: #333333; /* color of background on hover over */ color: #ffffff; /* color of text on hover over */ text-decoration: none; /* no underline */ bottom: 10px; /* increase value to move position up */ right: 0px; /* increase value to move position left */ padding: 10px; /* add space around the text */ } -->

29/11/2014

| Duas propostas de cinema fresquinhas |




20,000 days on earth
Realizado por Iain Forsyth e Jane Pollard, este é um documentário misturado com alguma ficção sobre o icónico vocalista dos Nick Cave and the Bad Seeds, um homem interessantíssimo que escreve e canta histórias complexas ao invés de repetir refrões ocos até à exaustão. 
Um exercício quase terapêutico de Cave que diz, em certo momento do documentário, que aquilo que mais o assusta é perder a memória; nunca tinha pensado nisso como um dos meus maiores medos, mas fez todo o sentido assim que o ouvi da boca do cantor: o que somos sem as nossas memórias que, no fundo, são tudo aquilo de que somos feitos?
Sem dúvida, a ver.


Boyhood
O realizador de Antes do Amanhecer, Antes do Anoitecer e Antes da Meia-Noite, Richard Linklater, tem neste filme a sua obra prima, na minha opinião.
O realizador demorou 12 anos a fazê-lo, já que decidiu acompanhar a vida de Ellar Coltrane, que interpreta Mason, entre os seus 6 e os 18 anos. Ou seja, ao invés de ir mudando de atores ao longo da história, Linklater decidiu mantê-los e, para isso, juntavam-se para filmar durante cerca de uma semana em cada ano. Um tiro no escuro e um ato de coragem, porque as coisas podiam ter corrido mal mas, felizmente para nós, não correram.
Boyhood debruça-se sobre temas quotidianos, medos e experiências por que passamos, de uma forma sábia, bonita e convincente.
Patricia Arquette e Ethan Hawke, no papel de pais de Mason, estão maravilhosos.
O-b-r-i-g-a-t-ó-r-i-o!

5 comentários:

Patrícia disse...

Espero mesmo que voltem, obrigada pelo teu comentário :)
Eu estou com imensa curiosidade para ver boyhood, recomendas o filme?

Flor de Maracujá disse...

Tenho de ver :)
Beijinho*
www.flordemaracuja.pt

Cabanas disse...

Boyhood está na lista...já tenho dois candidatos aos óscares Gone Girl e Interstellar...será este o terceiro?

Sandra Marques de Paiva disse...

O Boyhood parece-me um filme bem interessante...

Márcia Cruz disse...

já vi o Boyhood e nem há palavras para o descrever. acompanhar o processo de crescimento dos dois irmãos, o envelhecimento dos pais... uma história forte e a dar tudo de si... simplesmente brilhante! e claro, não esquecer também a evolução do próprio cinema, a forma como o filme foi filmado... da própria roupa, da própria cultura e hábitos... tudo, tudo e tudo muito bom, do que está colocado neste filme.